• Daniel Olivetto

Índice22

2018

Téspis Cia de Teatro



Um dos mais recentes trabalhos da Téspis Cia de Teatro é Índice 22, dramaturgia de Max Reinert, que também assina a direção da montagem, com atuação de Denise da Luz, neste projeto celebrando 30 anos de carreira.


Explorando uma escrita fragmentada, a peça nos convida a pensar o corpo e a presença em um cotidiano atravessado por um turbilhão de narrativas visuais e verbais. "Tudo o que você quer é que algo aconteça" - ecoa na cena essa frase que tanto define nossa vida em meio à toda a ansiedade do nosso corpo real e virtual.


"Apresentamos no espetáculo uma expansão do corpo da atriz utilizando experiências com luz, vídeo, som e interatividade, recursos que nós da Téspis Cia de Teatro temos investigado em nossos últimos trabalhos”, comenta o diretor.


Atriz e personalidade marcante do meio artístico catarinense, Denise da Luz corporifica (mais do que dar voz) as ansiedades, as incertezas e, acima de tudo, a resistência de uma atriz e de um coletivo. Um corpo em estado de tensão, sobrevivência e alerta.


"Nesse momento em que completo 30 anos de trajetória no teatro, encontro-me numa fase em que não me interessa reafirmar absolutamente NADA. E é nesse momento de total incerteza que nasce Índice 22. Mais do que para comemorar, acredito e assim quero que seja, é para celebrar! Celebrar o teatro, celebrar a vida, a possibilidade de viver e sobreviver de arte, de poder criar, criar e criar!", celebra a atriz."



In: http://www.tespis.com.br/site/espetaculos-em-cartaz/indice22/



26 visualizações

©2019 por Ações para Reexistir.